quinta-feira, 18 de junho de 2015

O Homem e a Mata

A Mata Atlântica é como a Terra, antes de ser modificada pelo homem, um  Paraíso! O Paraíso Perdido, como tem sido chamada.
É importantíssima para o sistema de reciclagem da atmosfera terrestre,
Bioma que resistiu à duas eras glaciais.


Cobria grande parte do litoral das Américas Central e do Sul, no Brasil, estendia-se do Rio Grande do Norte ao Rio Grande do Sul.
Atualmente restam apenas 8%  da mata original,  situados    principalmente na Serra do Mar e Serra da Mantiqueira.
Mais ou menos 70% da população do Brasil, vive em terras da Mata Atlântica, as cidades que ali existem são abastecidas por seus mananciais e suas nascentes e essa é uma das razões dos problemas da crise hídrica que vivemos atualmente, associados à escassez, ao desperdício e má utilização da água, à poluição e ao desmatamento.







Tenho uma paixão enorme pela Mata Atlântica!
Talvez seja porque reconheça nela o meu elemento, o elemento do ser humano que sou.
Viemos da mata, fazemos parte desse mesmo ecossistema, temos a mesma condição de presas e predadores, pertencemos a mesma cadeia alimentar que liga os seres vivos uns aos outros.

Embora nossa alimentação seja transformada e acondicionada com sofisticação, ainda somos animais onívoros. Dependemos de espécies animais e vegetais que nossos ancestrais domesticaram ao longo de milênios, e até hoje elas suprem mais de 80% de nossas necessidades.





Perdemos a ligação com nossa origem, nos afastamos dos ensinamentos divinos, de nossa consciência ecológica.


Todo o restante da criação vive da floresta e colabora arduamente para sua manutenção. O Homem ao contrário, é o agente de sua destruição.  É capaz de passar por cima de tudo que existe no Planeta para conseguir seu sustento e satisfazer sua ganância, destruindo um sistema que possibilitou  a sua própria sobrevivência;




O ser humano afastou-se da lei da seleção natural.
A descoberta da penicilina trouxe a possibilidade ao homem de viver mais e passou a se multiplicar sem controle.
Quanto mais a Medicina se desenvolve, maior é o problema da super população,
É esse o grande paradoxo da condição humana, quanto mais sucesso obtém no seu desempenho como espécie, mais ameaçada está a continuação desse sucesso.
Há muita dificuldade para encontrar respostas para esse dilema.




Estamos ocupando um espaço no Planeta que não nos pertence, mas sim a outros seres, nossos companheiros de evolução.
O progresso da mundo moderno exige a extração cada vez maior de matéria prima da natureza, a fumaça e os resíduos industriais dessa matéria prima, são atirados ao solo, ao ar, às águas...
Somos os principais causadores dos problemas ambientais, senão os únicos. Não podemos nos esquecer de que a preservação do ambiente começa dentro de nossos lares, e a preservação é a única solução para a salvação da nossa espécie.







                          "Romantismo e ações policiais não conseguirão  reverter esse quadro".




O ser humano é o  único animal que tem a possibilidade de modificar seu  Destino.
Temos que nos reeducar para recuperar a nossa consciência ecológica. Nossos governantes precisam criar mecanismos econômicos  para organizar e distribuir espaços e populações de forma sustentável. Talvez isso nos dê tempo para nos reconciliarmos com a Natureza, antes que ela "nos imponha sua própria solução, com a força e a indiferença daquilo que é eterno."


"Nós precisamos entender melhor a natureza humana, porque o único perigo real que realmente existe é o próprio homem". Carl Jung


As imagens deste post foram coletadas na internet. Texto baseado nas informações do vídeo "Mata Atlântica e os ciclos da vida " de Bruno Aguiar.

11 comentários:

  1. Parabéns, Sidnéia, por este seu excelente trabalho: texto [do qual destaco este trecho, que, pelo visto, diz muito de você:

    "Tenho uma paixão enorme pela Mata Atlântica!
    Talvez seja porque reconheça nela o meu elemento, o elemento do ser humano que sou"],

    fotos excelentes e belos e instrutivos vídeos.

    Pode ficar certa, amiga Sidnéia, que com esta postagem, ganhamos todos.
    Um bom domingo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Seu comentário enche-me de satisfação, Pedro!
    Dá-me a sensação de haver plantado mais uma sementinha!
    Obrigada, meu amigo!
    Um ótimo Domingo para você também!
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Gosto da natureza em todas as suas formas.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Como poderia uma artista não amar a Natureza em todas as suas formas?
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Texto muito interessante; forçando a pensar sobre o mundo e as pessoas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marga, obrigada pela visita e comentário! Beijos

      Excluir
  6. Oi, Sidnéa!
    O homem é predador por natureza e não podemos deixar de lembrar que 61% da população brasileira vive na na Mata Atlântica. Acho que o homem se esquece que faz parte desse ecossistema e que cada ser vivo possui uma função crucial nesse planeta. Está mais do que na hora do homem deixar o planeta seguir seu curso sem interferências. A ignorância matará a humanidade!
    Boa semana!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  7. Verdade, Luma! O homem abusou de sua capacidade de ser agente modificador do meio ambiente, agora é rezar para que não seja tarde demais para a reconstrução! Bjs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...